García assegura que Humala é financiado por Hugo Chávez

O candidato à presidência do Peru, Alan García, afirmou nesta segunda-feira que seu rival no segundo turno, o nacionalista Ollanta Humala, está sendo financiado pelo presidente venezuelano Hugo Chávez Em declaração à Radio Programas do Peru (RPP), García assinalou que "Humala tem um contrato com Chávez" e instou ao governo de Lima a "investigar quantos funcionários venezuelanos entraram no Peru nos últimos tempos".García disse que caso vença as eleições não romperá relações com Caracas. "Não vamos declarar guerra diplomática à Venezuela nem aos venezuelanos" afirmou.O embaixador peruano na Venezuela regressou no domingo a Lima a pedido do presidente peruano Alejandro Toledo, em protesto pelos insultos que Chávez lançou contra ele e García.O candidato social-democrata também se mostrou convencido de que, depois do segundo turno, assumirá a Presidência peruana e diminuirá a intensidade das intromissões (de Chávez).O presidente Toledo também disse que não permitirá mais intromissões de Caracas nos assuntos internos e convidou Chávez a aprender a "governar em democracia".Ainda assim, disse que as relações entre os dois países não se deterioraram e que o retorno do embaixador Carlos Urrutia a Lima não significa uma ruptura dos laços diplomáticos.Chávez disse no sábado que Toledo e a García são "jacarés do mesmo poço" , em resposta a uma nota de protesto enviada pelo Peru depois que o presidente venezuelano chamou García de "corrupto e ladrão".García por sua vez, classificou Chávez de "sem vergonha" por criticar o acordo de comércio que o Peru firmou com os Estados Unidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.