Garota da Nova Zelândia não é Madeleine, diz polícia

A polícia disse que os testes de DNA confirmaram que um garota encontrada na Nova Zelândia não é a garota britânica Madeleine McCann, desaparecida desde 2007 durante uma viagem de família a Portugal.

AE, Agência Estado

13 de fevereiro de 2013 | 12h33

Pessoas identificaram incorretamente duas vezes a menina vista na Nova Zelândia como Madeleine. A primeira aparição ocorreu em março passado e a segunda, na véspera do Ano Novo.

Madeleine tinha 3 anos de idade, quando desapareceu há quase seis anos durante férias com a família en Portugal. Seu desaparecimento chamou a atenção, assim como suas falsas aparições ao redor do globo. A polícia portuguesa encerrou o caso em 2008, depôs de não conseguir descobrir o que aconteceu com ela.

A polícia da Nova Zelândia disse em um comunicado que enviou amostras de DNA à Scotland Yard após um pedido da polícia britânica que ainda investiga o desaparecimento da Madeleine. A polícia da Nova Zelândia disse que a família da garota, que não teve o nome identificado, pediu privacidade. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Nova ZelândiaMadeleine

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.