Garoto de 14 anos é morto em protesto na Tunísia

Bala perdida atingiu o menino em meio a confrontos na mesma cidade em que protestos começaram no país

AE, Agência Estado

18 de julho de 2011 | 12h14

TÚNIS - A agência oficial de notícias da Tunísia (TAP) informou nesta segunda-feira, 18, que um menino de 14 anos foi morto por uma bala perdida durante um violento protesto na cidade de Sidi Bouzid.

 

O chefe de polícia distrital Samir Melliti disse que o adolescente foi atingido no confronto entre forças de segurança e manifestantes no domingo. De acordo com a AFP, o garoto, Thabet Belkacem, morreu antes de ser levado ao hospital.

 

Segundo a TAP, policiais e tropas disparavam tiros de advertência para dispersar a multidão, que jogava coquetéis molotov e pedras contra as forças de segurança. Os confrontos, segundo a AFP, duraram até 3h da manhã desta segunda-feira (horário local, 23h do domingo no horário de Brasília).

 

Origem

 

Os protestos contra o desemprego, corrupção e a repressão tiveram início em Sidi Bouzid em dezembro do ano passado e se espalharam por toda a Tunísia.

 

O presidente Zine El Abidine Ben Ali renunciou no dia 14 de janeiro e protestos contra o governo são, desde então, registrados em vários países árabes.

 

As informações são da Associated Press

Tudo o que sabemos sobre:
Tunísiaprotestosjovemmorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.