Garoto de 5 anos leva heroína para creche nos EUA

Nova-iorquino ofereceu droga com smiles para colegas pensando que era doce

Agencia Estado

19 Junho 2007 | 11h05

Um nova-iorquino de cinco anos levou pequenos pacotes de heroína para a creche que freqüenta e disse para as outras crianças que era doce, segundo a polícia nesta sexta-feira, 15. Seis crianças foram levadas de ambulância para um hospital e soltas mais tarde. O garoto, sua irmã de dois anos e outra garota de dois anos aparentemente engoliram um pouco da droga. Nenhum deles foi gravemente afetado no incidente desta quinta-feira, segundo o jornal The Buffalo News na edição desta sexta. Os pais do garoto, Wayne Clamp e Kari Lyn Lee, disseram que seu filho deve ter achado os pacotes de heroína quando sua mãe levou ele e os irmãos para o prédio escolar YWCA. Pensando que encontrou doces, o garoto deu para suas irmãs e amigos, dizem os pais. "Estava todo embrulhado em papel encerado, e possuíam "smiles" (rostos sorridentes) estampados, como esses M&Ms", disse Clamp, mostrando um saco de doces. "Ele não achou que fosse algo ruim", complementou o pai. "Ele disse que cheirava como miolo de pão". Os pais disseram que nenhum dos dois usa drogas e insistiram que a heroína não veio de casa. Os filhos do casal e o filho de 7 anos de Lee foram levados sob custódia e ficarão com mãe de Lee até um julgamento no dia 11 de julho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.