Gás tóxico obriga evacuação parcial do Senado dos EUA

Por volta das às 19h locais (22h de Brasília de quarta-feira), o sistema de alarme do edifício do Senado dos Estados Unidos detectou a presença de gás tóxico. O prédio foi parcialmente evacuado, informou a rede de televisão CNN.A emissora acrescentou que oito senadores e cerca de 200 funcionários da Casa foram transferidos para o estacionamento do edifício Russell. Uma primeira prova sobre a presença do gás resultou positiva, mas novas análises teriam afirmado o contrário.Especialistas realizam mais testes sobre a suposta existência do gás tóxico no local. Um grupo de especialista em detecção de materiais perigosos já se encontra no edifício. Segundo a polícia, até o momento, ninguém parece ter sentido os efeitos do gás, cuja suposta presença foi detectada pelos sistemas de alarme do edifício. Há quatro anos, o edifício do Congresso americano teve de passar por uma avaliação similar, quando foi denunciada a presença do agente biológico antraz.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.