Gasoduto egípcio para Israel e Jordânia sofre explosões

Um gasoduto egípcio que envia gás para Israel e a Jordânia foi atingido por duas explosões na madrugada desta quinta-feira (hora local), segundo os serviços de segurança egípcios e a agência de notícias oficial.

AE-DOW JONES, Agência Estado

10 de novembro de 2011 | 01h43

A primeira explosão ocorreu por volta de 1h (21h de Brasília), a 40 quilômetros a oeste da cidade de al-Arish, no norte da península do Sinai, disse uma fonte do serviço de segurança. A segunda explosão teve lugar próximo a uma estação de bombeamento no mesmo setor, segundo a agência de notícias oficial Mena. O exército está na região, disse a agência.

O gasoduto, que transporta o gás através do Sinai para a Jordânia e Israel, já foi atacado seis vezes desde a deposição do ex-presidente Hosni Mubarak, em fevereiro. Testemunhas disseram ter visto homens armados na cena da primeira explosão, de acordo com a fonte do serviço de segurança, que não sabia se houve vítimas.

Os ataques anteriores interromperam o fornecimento de gás para ambos os países várias vezes, mas ainda não estava claro qual impacto teriam os últimos incidentes. As informações são da Dow Jones. (Hélio Barboza)

Tudo o que sabemos sobre:
Egitogasodutoexplosões

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.