Gata russa é a mais gorda do mundo

Katy, uma gata siamesa de cinco anos, da cidade de Asbest, nos Montes Urais, na Rússia, pesa 23 quilos - um pouco mais que a média esperada de uma criança de seis anos. ?Ela realmente não come tanto?, disse a dona, Tamara Yapugova, ao jornal Komsomolskaya Pravda. ?Ela como uns dois peixes pela manhã e uns 200 gramas de carne à tarde. Nós damos vitaminas ... e não negamos um pouco de creme misturado no leite. Laticínios fazem muito bem a ela, afinal?.Os donos de Katy querem registrá-la no livro Guinness dos Recordes como mais gordo gato vivo do mundo. O recorde atual é de um gato americano de 18,5 quilos, mas o Guinness informou à BBC que não pretende atualizar a marca: a categoria de animais gordos não aceita novos candidatos, para não estimular as pessoas a exagerar na alimentação de seus mascotes.Katy atingiu suas proporções prodigiosas, em parte, por ter tomado hormônios para parar de entrar no cio. O Komsomolskaya Pravda informa que, a despeito da tenra idade, Katy já perdeu todo o interesse no sexo oposto, e agora só se interessa por comida.Um veterinário aconselhou uma dieta especial para reduzir a pressão sobre o coração, os rins e o fígado da gata. ?Claro que a dieta e a desintoxicação são importantes?, disse Tamara. ?Mas também não posso deixá-la morrer de fome?. As informações são do site da BBC. Para ler o noticiário da BBC em português, que é parceira do estadao.com.br, clique aqui.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.