Gates afirma estar ''decepcionado'' com o voto da Turquia

O secretário da Defesa dos EUA, Robert Gates, lamentou ontem, em Genebra, o voto da Turquia contra as novas sanções ao Irã aprovadas esta semana no Conselho de Segurança da ONU. "Vou ser honesto, fiquei decepcionado com o voto da Turquia", disse o chefe do Pentágono após um reunião da Otan, organização da qual os turcos também fazem parte.

, O Estado de S.Paulo

12 de junho de 2010 | 00h00

De acordo com Gates, "aliados não concordam com tudo sempre". "Devemos avançar a partir daqui", disse.

Turcos e brasileiros foram os únicos contrários à resolução. O Líbano absteve-se. O governo americano colocou pressão e tentou convencer o governo turco até o último momento a optar pela abstenção, mas não obteve sucesso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.