Gates vê risco em reforço nuclear russo

O secretário de Defesa americano, Robert Gates, defendeu que os EUA reforcem seu arsenal nuclear para fazer frente a Moscou, que, segundo ele, estaria investindo em armas atômicas - em vez de modernizar suas Forças Armadas convencionais. As declarações, que lembram as da corrida armamentista da Guerra Fria, foram feitas num discurso para integrantes da Força Aérea americana, na Virgínia, na segunda-feira à noite.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.