Gato ataca co-piloto e força avião a pousar na Bélgica

Um avião de passageiros da SN Brussels fez um pouso de emergência depois que um passageiro ?agitado? - um gato - entrou na cabine de comando e atacou o co-piloto, informa a empresa aérea. O vôo, de Bruxelas a Viena, havia decolado há 20 minutos quando ?notou-se? que o mascote de um dos passageiros havia escapado de sua caixa, ?embora não se saiba exatamente como?, segundo a nota oficial.?Uma vez livre, o animal se pôs a vagar?, esgueirando-se na cabine de comando quando a porta foi aberta para que piloto e co-piloto recebessem suas refeições. ?Neste ponto, o animal tornou-se agitado e nervoso?, prossegue o texto.Uma porta-voz da companhia aérea acrescentou que o gato arranhou o braço do co-piloto. O piloto decidiu voltar a Bruxelas, por precaução, e os 58 passageiros seguiram viagem em outro vôo, duas horas mais tarde.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.