Gato culpado pela morte por asfixia de sua dona

O gato estava nervoso e aditado e sua dona trancou-o na cozinha à noite. De manhã, ela estava morta e a filha num hospital. A polícia chinesa não teve outro jeito de registrar a ocorrência senão atribuindo a responsabilidade pela morte ao gato da casa, segundo noticiou hoje a Agência Nova China.A dona do gato, identificada apenas pelo sobrenome chinês, extremamente comum, Wang, havia ?trancado o gato na cozinha de seu apartamento porque ele estava excitado e fazendo muito barulho?, diz a reportagem da agência. Só que o gato continuou a ?morder e arranhar tudo a sua volta e danificou o tubo de gás do aquecimento. O gás escapou para o quarto da casa?, localizada na gelada cidade de Shenyang, no nordeste da Chinha.Wang morreu durante o sono, enquanto que sua filha, que dormia no mesmo quarto, sobreviveu e foi levada a um hospital.O gato, que também sobreviveu por ficar abaixo do escapamento de gás, foi ?dado pela família, que jurou nunca mais ter animais domésticos?, segundo a Nova China.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.