Gay casado tem problemas para receber passaporte

Donald Henneberger, um homem que se casou com seu parceiro depois da legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo no Estado americano de Massachusetts, agora tem problemas para conseguir um passaporte. Henneberger, que antes do matrimônio se chamava Donald Smith, recentemente recebeu uma carta do Centro Nacional de Passaporte negando seu pedido para mudança de nome no passaporte. O centro afirma que não reconhecerá uma certidão de casamento para casais do mesmo sexo como prova para a mudança de nome. Henneberger se casou com seu parceiro, Arthur Henneberger, em maio, quando os casamentos gays foram legalizados em Massachusetts. Durante a cerimônia, o casal preencheu um formulário onde havia um espaço para a mudança de nomes. O Centro Nacional de Passaporte citou em sua carta o Ato em Defesa do Casamento, de âmbito federal, que determina que um casamento só pode ocorrer entre um homem e uma mulher. Henneberger afirmou que não teve problemas com a Administração do Seguro Social, outra agência federal, quando requisitou um cartão com seu novo nome impresso. Donald Henneberger entrará agora com uma ação em um tribunal para uma mudança definitiva de nome.

Agencia Estado,

27 de julho de 2004 | 15h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.