Generais tentam controlar também o ciberespaço

Uma das mais importantes batalhas da junta militar de Mianmá está sendo travada no ciberespaço. Os generais tentam evitar que os ativistas enviem imagens dos protestos para fora do país. Segundo analistas, essa é a diferença que separa as manifestações atuais das de 1988, que foram reprimidas sem conseqüências para o governo. ''''Muitos sites e blogs foram bloqueados nos últimos dois dias'''', disse o dissidente Soe Myint, editor de um site de notícias birmanês feito na Tailândia. ''''Além disso, os militares tornaram a internet mais lenta e ficou quase impossível enviar vídeos e fotos.''''

Reuters, O Estadao de S.Paulo

28 de setembro de 2007 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.