General do Exército é morto em Benghazi

Pistoleiros mataram ontem o general do Exército Mohamed Hadiya al-Feitouri, em Benghazi, no leste da Líbia. Ele saía de uma mesquita após as preces de sexta-feira quando foi atingido por tiros disparados de um carro. Feitouri havia desertado do regime de Muamar Kadafi na rebelião do ano passado. Com a vitória dos rebeldee, ele tornou-se chefe de munições e armamento do Exército.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.