General dos EUA assume tropas da Otan no Afeganistão

Comandante afirma que segurança, reconstrução e desenvolvimento são apoio que o país merece

Agência Estado e Associated Press,

03 de junho de 2008 | 13h49

O general americano que liderou a invasão terrestre no Iraque assumiu o comando das forças da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) no Afeganistão nesta terça-feira, 3. O general David D. McKiernan comanda agora 51 mil soldados de 40 diferentes nações. O posto pertencia anteriormente ao general Dan McNeill, que se aposentará após 40 anos no Exército dos Estados Unidos. Durante a cerimônia de posse, McKiernan se disse "honrado por caminhar ao lado dos nossos irmãos afegãos". O novo comandante listou segurança, reconstrução e desenvolvimento como as formas de apoio que o Afeganistão merece. "Insurgentes, combatentes estrangeiros, criminosos e outros que ficam no caminho da missão serão combatidos." O presidente afegão, Hamid Karzai, saudou a vinda de McKiernan ao país. "Nossa missão não será fácil", disse Karzai. "Mas tenho certeza que, como bom soldado que é, você se sairá bem, junto com os funcionários afegãos e o Ministério da Defesa." O presidente pediu ainda a McKiernan para que a Otan continue a equipar e treinar as forças de segurança afegãs, para que o país possa no futuro caminhas por conta própria. Em seu último posto, McKiernan comandava as tropas do Exército dos EUA na Europa. Em 2003, ele liderou as ações terrestres durante a invasão no Iraque.

Mais conteúdo sobre:
AfeganistãoEUAOtan

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.