General quer ''tempo'' para entregar armas

O general Ibrahim Coulibaly disse ontem que aceita desarmar suas tropas, mas que isso levará "tempo". Coulibaly, que ajudou o presidente Alassane Ouattara a derrubar o ex-líder Laurent Gbagbo, voltou suas armas contra o ex-aliado, iniciando novos combates em Abidjã. O general exige que seus homens sejam integrados ao Exército do país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.