General russo diz que bombardeará terroristas no exterior

A Rússia poderá usar seus bombardeiros estratégicos para desfechar ataques preventivos contra terroristas baseados fora de suas fronteiras, diz a agência de notícias ITAR-Tass, citando o comandante da Força Aérea.As declarações do general Vladimir Mikhailov foram as mais diretas até agora na retórica russa sobre o ataque a terroristas fora do país. O ministro da Defesa, Sergei Ivanov, e outras altas autoridades já haviam dito que o país faria ataques preventivos contra terroristas valendo-se de todos os meios, exceto os nucleares, mas nunca haviam entrado em detalhes como agora.Nem a União Soviética, nem a Rússia jamais realizaram ataques aéreos no exterior abertamente, exceto durante a guerra do Afeganistão. Pilotos soviéticos cumpriram missões na guerra da Coréia e no Oriente Médio, mas de forma secreta.A ITAR-Tass comenta Qua a Rússia iniciou o debate sobre ataques preventivos "por causa do uso regular desse método por Washington, em questões internacionais".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.