General russo mandou apurar abusos na Chechênia

O chefe da administração pró-Moscou da Chechênia informou nesta terça-feira que leu documentos assinados pelo comandante das tropas russas na república separatista que ordenam a investigação de supostos abusos dos direitos humanos cometidos por soldados russos.Akhmad Kadyrov disse que o general Vladimir Moltenskoi ordenou a investigação de oficiais que teriam cometido crimes durante recentes ações militares em três vilarejos chechenos, informou a agência de notícias Interfax.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.