Genro de Bin Laden vai à Corte de Nova York nesta sexta

Um dia após o anúncio da captura de Sulaiman Abu Ghaith, genro de Osama bin Laden e porta-voz da Al-Qaeda, a Corte Federal dos Estados Unidos, em Nova York, recebe o prisioneiro nesta sexta-feira. Abu Ghaith é acusado de conspirar para a morte de norte-americanos no atentado de 11 de setembro de 2001.

AE, Agência Estado

08 de março de 2013 | 08h45

O procurador-geral Eric Holder anunciou a captura do fugitivo internacional na quinta-feira (07), dizendo que "não há tempo nem distância que enfraqueçam a resolução de trazer os inimigos dos Estados Unidos à Justiça". De acordo com o Departamento de Justiça dos EUA, Abu Ghaith trabalhou ao lado de Bin Laden e com o atual líder do grupo, Ayman al-Zawahri, pelo menos desde maio de 2001.

Apesar de a captura representar uma vitória, o encaminhamento de Abu Ghaith à Corte em Nova York, e não para a base de Guantánamo, em Cuba, é motivo de conflito entre o presidente Barack Obama e os republicanos. Enquanto Obama tem a intenção de fechar a prisão localizada em Cuba, seus adversários no Congresso alegam que um júri civil é muito mais imprevisível se comparado a um julgamento militar.

Autoridades dos EUA informaram que Abu Ghaith foi capturado na Jordânia na última semana, mas não se sabe exatamente como se deu a prisão. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUABIN LADENGENRO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.