Genro do rei isenta esposa de escândalo

O genro do rei da Espanha, Iñaki Urdangarin, afirmou ontem ao juiz do caso no qual é acusado de fraude fiscal e desvio de verbas públicas que sua esposa, a infanta Cristina, não tem relação com os negócios do Instituto Nóos, ONG que ele presidiu e é investigada por suposto desvio de dinheiro público. Em seu depoimento, ele também negou que o rei Juan Carlos soubesse do esquema.

O Estado de S.Paulo

24 de fevereiro de 2013 | 02h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.