George Clooney pede para UE mais compromisso com Darfur

O ator americano George Clooney aproveitou a reunião da União Européia (UE) por ocasião do 50º aniversário do Tratado de Roma para pedir um maior compromisso de seus líderes emfavor de uma solução para a região sudanesa de Darfur.Após elogiar "a liderança da Alemanha" na busca de uma solução pacífica e agradecer a chanceler Angela Merkel pelo grau de compromisso mostrado até agora em relação ao conflito, Clooney pediu aos líderes da UE que abordem o conflito na agenda do bloco. O ator, que no ano passado viajou a Darfur, dirigiu a mensagem por meio de uma carta à chanceler, apontando que "chegou o momento de adotar fortes sanções" para frear a violência. Em um momento de seu discurso na cerimônia de assinatura da Declaração de Berlim, Merkel defendeu que se ponha "fim à imensa dor em Darfur e no Zimbábue", pediu ao presidente Omar Hassan Ahmad al-Bashir que acate a resolução da ONU e aludiu à oportunidade de "levar em consideração sanções mais duras".O presidente sudanês se opõe categoricamente ao posicionamento de uma força de pacificação da ONU em Darfur, em substituição das tropas da União Africana, que até agora são incapazes de manter a segurança na região. O conflito em Darfur jádeixou mais de 200 mil mortos e 2 milhõesde refugiados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.