Geórgia vai romper relações diplomáticas com a Rússia

O governo da Geórgia romperá suas relações com Moscou por causa da persistente presença militar russa em solo georgiano, afirmou hoje Nato Chikovani, um diplomata no Ministério das Relações Exteriores georgiano. De acordo com o diplomata, a Geórgia vai retirar amanhã todos os funcionários da embaixada do país em Moscou.Agências russas de notícias citaram Andrei Nestrenko, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, criticando a medida. Segundo ele, o rompimento não beneficiará as relações bilaterais.O conflito começou no dia 7 de agosto, quando o Exército da Geórgia promoveu uma ofensiva contra a Ossétia do Sul, província separatista pró-Moscou, em uma tentativa de recuperar o território. Em resposta, tropas russas invadiram a Geórgia no dia seguinte. Após um acordo de paz mediado pela França, o Exército russo começou a deixar o território georgiano.Apesar de a Rússia ter retirado a maior parte de seus soldados da Geórgia, as forças russas mantiveram algumas posições consideradas estratégicas em solo georgiano, enfurecendo Tbilisi.

AE/AP, Agencia Estado

29 de agosto de 2008 | 11h29

Tudo o que sabemos sobre:
GeórgiaRússia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.