Gerente da campanha de Weiner em NY deixa o cargo

O gerente da campanha de Anthony Weiner se demitiu depois de o candidato à prefeitura de Nova York admitir que trocou correspondências obscenas com mulheres pela internet. Barbara Morgan, porta-voz de Weiner, confirmou uma reportagem deste sábado (27) que afirmava que Danny Kedem deixou o cargo de gerente de campanha.

AE, Agência Estado

28 de julho de 2013 | 13h42

O jornal The New York Times havia afirmado que Kedem não queria supervisionar a campanha depois de Weiner admitir que continuou enviando fotos obscenas para mulheres pela internet depois de renunciar a um cargo no Congresso em 2011 pelos mesmos motivos.

Weiner foi forçado a falar sobre seu comportamento online depois de um site de fofocas publicar trechos das conversas dele com uma estudante indiana. O candidato à prefeitura de Nova York pediu desculpas e garantiu que "esse comportamento ficou para trás". Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
WeinerNYprefeituracampanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.