Globovisión recebe notificação de oitavo processo

Funcionários da Comissão Nacional de Telecomunicações (Conatel) foram ontem à sede da TV Globovisión para notificar a abertura de um processo administrativo para a aplicação de sanções. Segundo o consultor jurídico da Globovisión, Ricardo Antela, o novo processo se deve à divulgação de quatro vídeos sobre a Constituição que, para o órgão regulador, "incitam ao ódio e a alteração da ordem pública".

O Estado de S.Paulo

11 de janeiro de 2013 | 02h10

A Conatel também proibiu a TV de retransmitir mensagens do gênero ou similares. Na noite de quarta-feira, o presidente da Assembleia Nacional, Diosdado Cabello sugeriu à Conatel que abrisse uma investigação sobre o canal por divulgar apenas parte do Artigo 231 da Constituição, que trata da posse presidencial. Este é o oitavo processo administrativo aberto contra o canal, crítico do presidente Hugo Chávez. A Conatel pode revogar a concessão de transmissões. / R.L.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.