GM, Xerox e Microsoft fazem doações

As maiores companhias dos Estados Unidos começaram nesta quinta-feira uma mobilização para ajudar as vítimas dos atentados terroristas ocorridos na última terça-feira, em Nova York e Washington. Entre as que se manifestaram nesta quinta estão empresas como General Motors, Xerox, Honeywell, Catterpillar e Microsoft.GM, US$ 250 milA GM informou que doará inicialmente US$ 250 mil à Cruz Vermelha do país, além de já ter disponibilizado vans e veículos utilitários para as regiões afetadas pelo desastre.A empresa estuda uma doação maior. A GM informou ainda que não tem condições de avaliar de imediato as conseqüências financeiras da tragédia.Xerox, não disse quantoA Xerox também ofereceu ajuda financeira através de sua fundação assistencial. A empresa, que tinha um centro de documentos nos andares inferiores da torre sul do World Trade Center, informou que irá aguardar alguns dias para executar a doação para determinar quanto e para onde o dinheiro será canalizado. A empresa não forneceu dados de empregados que trabalhavam em seu centro de documentos.Microsoft, US$ 10 milhõesA Microsoft fará uma doação de US$ 10 milhões para ajudar as vítimas. Cerca de US$ 5 milhões serão doados em dinheiro ao Fundo 11 de Setembro, criado pela United Way e pela New York Community Trust.Os outros US$ 5 milhões serão doados em forma de serviços técnicos, como consultoria, voluntariado e doação de softwares. A empresa informou que seus funcionários não foram diretamente afetados pela catástrofe.Coca-Cola: US$ 12 milhõesA Coca-Cola Co., a Coca-Cola Foundation e engarrafadoras parceiras da companhia anunciaram hoje que doarão US$ 12 milhões para ajudar na reparação dos atentados. O dinheiro será usado para ajudar as vítimas e no trabalho de resgate nos escombros dos edifícios atingidos pelos ataques terroristas.O presidente da Coca-Cola, Doug Daft, disse que a companhia dará US$ 6 milhões à Cruz Vermelha enquanto os outros US$ 6 milhões irão para fundos locais nas cidades atingidas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.