Andy Wong/AP
Andy Wong/AP

Gmail, do Google, está bloqueado na China

Autoridades chinesas, que controlam rigidamente os conteúdos online, com frequência bloqueiam e desbloqueiam sites e serviços sem qualquer explicação prévia

Estadão Conteúdo

29 de dezembro de 2014 | 11h37

O serviço de e-mail do Google, o Gmail, está indisponível na China, no que parece ser o mais recente movimento do governo de Pequim para limitar a presença da gigante de buscas online norte-americana no país. Dados do site do próprio Google mostram que o uso do Gmail na China caiu drasticamente desde sexta-feira e aparentemente o serviço está bloqueado em computadores que antes conseguiam conectá-lo.

O porta-voz do Google, Taj Meadows, afirmou que "não há nada de errado" com o serviço e o Departamento de Informações da Internet da China não respondeu a pedidos de comentários. As autoridades chinesas, que controlam rigidamente os conteúdos online, com frequência bloqueiam e desbloqueiam sites e serviços sem qualquer explicação. Ainda não está claro se o acesso ao Gmail na China será retomado.

Entre os serviços estrangeiros online bloqueados na China estão o Facebook, o Twitter e o Youtube, que também pertence ao Google. /Dow Jones Newswires

Mais conteúdo sobre:
CHINAGOOGLE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.