Goh Kun desiste de disputar presidência sul-coreana

O ex-primeiro-ministro sul-coreano Goh Kun, considerado um dos mais fortes candidatos às eleições presidenciaisde dezembro na Coréia do Sul, retirou nesta terça-feira sua candidatura.Goh deveria dar uma entrevista coletiva para anunciar suadecisão. Mas acabou optando por uma nota à imprensa."Após uma profunda meditação decidi não disputar as eleições presidenciais", disse Goh. Ele anunciou seu afastamento da política a partir desta terça-feira.Goh, de 69 anos, era um dos pré-candidatos, ao lado dooposicionista Lee Myung-bak, ex-prefeito de Seul e membro do Grande Partido Nacional (GPN), e da ex-presidente do GPN Park Geun-hye. No entanto, nas últimas semanas sua popularidade sofreu uma forte queda, ficando abaixo de 10%.O ex-primeiro-ministro pretendia atrair em torno da suacandidatura membros do partido governamental Uri e do oposicionista minoritário Partido Democrático.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.