Golpe de estado na Guiné-Bissau

O exército da Guiné-Bissau assumiu o poder do país neste domingo, depois de prender o presidente Kumba Yala. ?O poder agora está nas mãos de um comitê militar?, disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores de Portugal, Fernando Lima. Já um porta-voz do exército de Guiné-Bissau anunciou o golpe de estado em uma emissora de rádio, segundo a Agência Lusa. De acordo com a embaixada de Portugal no país, ?a situação é tranquila e está sob controle. Não houve atos de violência e ninguém ficou ferido?.História - Guiné-Bissau conquistou a independência de Portugal em 1974, mas só experimentou eleições 20 anos depois. Em 1998, um levante militar levou o país a uma guerra civil que só deu trégua com a instauração de uma junta militar para governar o país, em 1999. O governo interiono deixou o poder em 2000, quando o líder da oposição, Kumba Yala, ganhou as eleições realizadas em dois turnos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.