George Esiri/EFE
George Esiri/EFE

Goodluck Jonathan é eleito presidente da Nigéria

Incidentes violentos são registrados durante a apuração; candidato recebeu 57% dos votos

Reuters

18 de abril de 2011 | 16h17

ABUJA - O presidente Goodluck Jonathan venceu a eleição presidencial na Nigéria, mostraram os números oficiais anunciados pela Comissão Nacional Eleitoral Independente nesta segunda-feira, 18. Jonathan recebeu 22,5 milhões de votos, cerca de 57%, na comparação com 12,2 milhões de votos, ou 31%, de seu rival mais próximo, o ex-comandante militar Muhammadu Buhari.

 

A Constituição nigeriana prevê que, para ser eleito, o candidato deve conseguir ao menos 25% dos votos em 24 dos 36 Estados do país. Jonathan conseguiu a marca em 31 Estados, além de ser o candidato com o maior número de votos em todo o país.

 

A imprensa nigeriana havia antecipado a vitória de Jonathan, um cristão do sul, o que provocou protestos violentos no norte, onde há maioria muçulmana. Várias cidades registraram incidentes durante a apuração. 

 

Jonathan já exercia o cargo desde a morte de Umaru Yar'adua, então presidente, em maio de 2010. Como vice que assumiu a presidência em caso de falecimento de seu antecessor, ele passou a ser chamado por opositores de "presidente por acidente".

Tudo o que sabemos sobre:
NigériaeleiçõesJonathanÁfrica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.