, O Estado de S.Paulo

22 de março de 2011 | 00h00

Usuários do serviço de correio eletrônico Gmail na China estão tendo dificuldades em acessar suas contas e enviar e-mails nas últimas duas semanas. Mas a página do site ainda está visível para os usuários chineses.

"Não há nenhum problema técnico de nossa parte", informou o Google ontem. "Checamos o sistema intensamente. Este é um bloqueio do governo criado para parecer um problema com o Gmail."

A China, o maior mercado da internet, como 457 milhões de usuários, proíbe pornografia, jogos e conteúdo crítico ao Partido Comunista na internet. Mas recentemente passou a bloquear o YouTube, do Google, assim como sites de redes sociais como o Facebook e Twitter.

O Google transferiu seus computadores da China no ano passado e vem redirigindo seus usuários para Hong Kong para evitar censuras.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.