Google atualiza mapas e revela prisões do regime

O Google atualizou e aumentou o grau de detalhes dos mapas da Coreia do Norte, incluindo estradas, hotéis, restaurantes e até os campos de concentração, onde vivem milhares de presos políticos. A novidade, disponível desde ontem na internet, foi divulgada três semanas após a passagem por Pyongyang do ex-governador do Novo México, Bill Richardson, e de um diretor do Google, Eric Schmidt. A empresa, no entanto, negou que a visita tenha relação com os novos mapas da Coreia do Norte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.