Google Earth exibe mapa de atrocidades em Darfur

O site de buscas Google e o Museu Memorial do Holocausto, dos EUA, lançaram na terça-feira um projeto de mapeamento online de incidentes que o museu qualifica como atrocidades cometidas na região de Darfur, no oeste do Sudão.Mais de 200 mil pessoas morreram ali desde 2003, e parte da carnificina - que o governo norte-americano considera ser o primeiro genocídio do século - foi detalhada pelo Google Earth, o serviço de mapas e imagens por satélite do Google (Google Earth).Usando imagens de alta resolução, os usuários podem fazer um "zoom" sobre Darfur para ver mais de 1,6 mil aldeias danificadas ou destruídas, o que segundo o Museu do Holocausto é uma evidência do genocídio, cuja existência o governo sudanês rejeita.Além disso, os restos de mais de 100 mil casas, escolas, mesquitas e outras estruturas usadas por milícias, pelas forças sudanesas e por outros em Darfur são visíveis."Quando se trata de reagir ao genocídio, o histórico mundial é terrível. Esperamos que esta importante iniciativa com o Google torne muito mais difícil para o mundo ignorar os que mais precisam de nós", disse Sara Bloomfield, diretora do museu, em nota."Crise em Darfur" é a primeira "Iniciativa de Mapeamento de Prevenção ao Genocídio" do museu, com o objetivo de dar informações prematuras sobre potenciais genocídios, na esperança de que governos e outras instituições atuem rapidamente para contê-los."No Google, acreditamos que a tecnologia pode ser um catalisador para a educação e a ação", disse Elliot Schrage, vice-presidente do Google, em nota.Foram usados como fonte no projeto o Departamento de Estado dos EUA, ONGs, a ONU, e fotógrafos individuais, além do Museu do Holocausto, que fica em Washington.Para visualizar a crise em Darfur no Google Earth, é necessário ter o programa (Baixar) instalado no computador e baixar uma camada com a atualização das imagens, disponível no site do museu (Camada).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.