Google multado em US$ 22,5 mi por violar privacidade

O Google está próximo de um acordo para pagamento de multa de US$ 22,5 milhões por ter ignorado as configurações de privacidade de milhões de usuários do navegador Safari, da Apple, dizem fontes que tiveram acesso aos termos do entendimento. A multa deverá ser a maior pena já aplicada a uma única empresa pela Comissão Federal de Comércio (FTC, na sigla em inglês) dos EUA.

AE, Agência Estado

10 de julho de 2012 | 08h59

O "The Wall Street Journal" informou, em fevereiro, que o Google estava usando um código especial para instalar pequenos arquivos de rastreamento, os chamados "cookies", nos computadores, iPhones e iPads de algumas pessoas, mesmo se os dispositivos fossem definidos para bloquear esse tipo de rastreamento. O Google desativou o código após ter sido contactado pelo jornal americano.

A provável multa representam uma parcela insignificante da receita do Google. Mas se soma a uma série de notícias negativas sobre as práticas de privacidade da empresa, que podem minar a confiança de usuários de seus serviços. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
EUAGooglemulta

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.