Gorbatchov adverte sobre "euforia" dos EUA

"Existe o risco de os americanos se deixarem levar pela euforia e resolverem ativar sua máquina militar diante de cada manifestação de terrorismo", advertiu hoje em Paris o ex-presidente russo Mikhail Gorbatchov. O pai da "glasnost" e da "perestroika", em visita à capital francesa para promover uma conferência sobre ecologia, expressou temor pela atitude dos EUA após a vitória sobre os talebans no Afeganistão. "Não ocorreu nada de relevante no Afeganistão. Os americanos só bombardearam as cidades para derrubar o regime", afirmou o ex-líder russo. Segundo o último secretário-geral do Partido Comunista da União Soviética (PCUS), no momento não existe uma ameaça à hegemonia norte-americana no mundo. Mas "as ambições dos EUA de governar o planeta - acrescentou Gorbatchov - fracassaram. Os americanos deverão aprender a trabalhar com todos, a levar em conta a opinião internacional, e nós devemos ajudá-los a perder o complexo de vencedores".Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.