Gordon Brown descarta escassez de gás no Reino Unido

O primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, disse neste sábado que não há perspectiva de escassez de gás natural no país, apesar do pico recente no consumo do combustível, provocado pelo inverno rigoroso que atinge as nações do Hemisfério Norte.

AE-DOW JONES, Agencia Estado

09 de janeiro de 2010 | 15h47

Brown afirmou durante seu Podcast semanal que, "por conta do tempo frio, ainda estamos enfrentando níveis recordes de demanda por gás". Ele acrescentou que a companhia National Grid - responsável pelo fornecimento de gás natural no Reino Unido - confirmou que a oferta de combustível será suficiente para suprir o consumo.

"Posso garantir a vocês: os suprimentos não estão acabando", disse Brown, acrescentando que o país possui bastante gás natural no Mar do Norte e possui acesso a amplas reservas do combustível localizadas na Noruega e nos Países Baixos por meio de gasodutos. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Reino UnidogásGordon Brown

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.