Gordon Brown elogia propostas de Obama em artigo

O primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, elogiou o candidato democrata à presidência dos Estados Unidos, Barack Obama, em um artigo publicado hoje. Para alguns, Brown rompeu um protocolo segundo o qual líderes não devem se manifestar sobre eleições em países estrangeiros. Em um comentário, o primeiro-ministro elogiou as propostas de Obama para lidar com a crise das hipotecas. Além disso, disse que o Partido Democrata oferece políticas para ajudar as pessoas a enfrentar os temores atuais sobre a economia. "Na eletrizante campanha presidencial dos EUA, são os democratas que têm as idéias para ajudar o povo a superar tempos difíceis", escreveu Brown na revista Parliamentary Monitor, publicação mensal que trata de temas parlamentares e de governo.O Partido Trabalhista de Brown é um tradicional aliado do Partido Democrata. Porém, em encontros com Obama e seu rival republicano, John McCain, o primeiro-ministro britânico se esforçou para parecer imparcial. O escritório de Brown esclareceu que ele não está apoiando qualquer candidato. Apesar disso, o Partido Conservador, principal força da oposição, qualificou a atitude de Brown como uma "gafe séria". "Um primeiro-ministro britânico responsável precisa estar pronto para trabalhar com qualquer candidato após a eleição dos EUA, e nunca deveria tomar um lado ou parecer tomar um lado", afirmou o parlamentar William Hague, um ex-líder conservador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.