AP
AP

Gordon Brown faz visita surpresa ao Afeganistão

O primeiro-ministro britânico prometeu mais ajuda para proteger tropas das bombas de fabricação caseira

Efe,

29 de agosto de 2009 | 10h30

O primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, realizou neste sábado, 29, uma visita surpresa ao Afeganistão, a quarta em um ano, e prometeu mais ajuda para proteger as tropas de seu país das bombas de fabricação caseira colocadas pelos talebans.

 

Em declarações à imprensa britânica na província de Helmand, no sul do Afeganistão, Brown disse que quer acelerar o treinamento dos soldados afegãos e da Polícia, que precisam do respaldo das tropas do Reino Unido, para que eles possam "assumir a responsabilidade de seus próprios assuntos".

 

Ao fazer uma visita aos soldados em Helmand, Brown destacou a "coragem" e o "profissionalismo" das forças britânicas. "Este foi o verão (hemisfério norte) mais difícil no Afeganistão, porque os talebans tentaram impedir a realização das eleições. Acho que nossas forças mostraram uma extraordinária coragem durante este período", disse.

 

"Eles sabem as razões pelas quais estamos aqui e que nossa segurança em casa depende de um Afeganistão estável, não o retorno dos talebans, e nenhum papel para a Al Qaeda no Afeganistão", ressaltou Brown.

 

O Reino Unido conta atualmente com 9 mil efetivos no Afeganistão, a maioria em Helmand, mas 207 soldados morreram desde o começo das operações da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), em 2001. "Acho que podemos treinar outros 50 mil afegãos do Exército no próximo ano", afirmou Brown.

 

Segundo o premiê, será enviado mais equipamento ao terreno, como veículos blindados, para oferecer mais proteção aos britânicos.

 

De acordo com a BBC, Brown quis ir ao Afeganistão para deixar clara a importância do trabalho dos militares britânicos e preparar o terreno para o envio de mais soldados, a fim de ajudar no treinamento das forças afegãs.

 

A BBC informou que o primeiro-ministro falou deste assunto com o general Stanley McChrystal, chefe americano das forças da Otan no Afeganistão.

Tudo o que sabemos sobre:
Gordon BrownAfeganistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.