Gordon Brown faz visita surpresa ao Afeganistão

O primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, fez neste sábado uma visita surpresa ao Afeganistão e prometeu mais recursos para lidar com a militância do Taleban, que vem infligindo perdas às tropas britânicas em operação no país.

AE-AP, Agencia Estado

29 de agosto de 2009 | 11h27

Em discurso a soldados e jornalistas, Brown garantiu o fornecimento de equipamentos adicionais para enfrentar a ameaça dos militantes, que atacam soldados da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) com bombas caseiras deixadas à beira de estradas.

Mais de 200 soldados britânicos foram mortos no Afeganistão desde o início da guerra, em 2001, que se seguiu aos ataques de 11 de setembro contra os Estados Unidos. A perda de tropas do Reino Unido no Afeganistão é maior do que no conflito do Iraque.

Na semana passada, 337 bombas foram removidas por soldados britânicos das estradas mais perigosas da província de Helmand, que tem sido palco de recentes confrontos.

Brown também prometeu acelerar o treinamento de soldados afegãos para que estes assumam um papel maior na defesa de seu próprio país. Segundo o premiê, cerca de 50 mil soldados poderão ser treinados ao longo do próximo ano, o que elevaria o total de combatentes afegãos capacitados para 135 mil. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
AfeganistãoGordon Brown

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.