Gordon Brown responde a críticos e é aplaudido em discurso

Em reunião do Partido Trabalhista, premiê britânico diz que irá reparar erros e conduzir país com segurança

Agência Estado e Associated Press,

23 de setembro de 2008 | 14h27

O primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, respondeu nesta terça-feira, 23, às críticas com um eloqüente e emotivo discurso. Brown se comprometeu a reparar eventuais erros e conduzir o país com segurança, em meio à instabilidade financeira global. O primeiro-ministro foi bastante aplaudido pelos delegados durante convenção anual do Partido Trabalhista.Tratando de suas falhas e até brincando com seu temperamento um pouco soturno, Brown levou empolgação ao encontro anual do Partido Trabalhista, sigla atualmente no poder. O discurso focou nos pontos-chave para os trabalhistas, além de atacar os rivais Conservadores.Brown prometeu mais tratamento gratuito para crianças, proteger o sistema de saúde britânico e derrotar seu rival mais jovem - o líder conservador, David Cameron. "Todo mundo sabe que sou favorável aos aprendizes, mas deixem-me dizer que agora não é hora para um novato", atacou.   A estocada parecia também para consumo interno - o jovem secretário de Relações Exteriores, o também trabalhista David Miliband, cobiçaria o posto de Brown.Apesar do discurso empolgante, uma eleição na Escócia e novas discussões sobre impopulares leis antiterrorismo podem levar à queda de Brown. De qualquer modo, os companheiros trabalhistas pediram união durante a convenção, pregando a lealdade em tempos de turbulências na economia.  

Tudo o que sabemos sobre:
Gordon BrownReino Unido

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.