Governador da Sicília renuncia após ser condenado à prisão

O governador da Sicíliarenunciou neste sábado após ser condenado por ajudar pessoasligadas à Máfia. Salvatore Cuffaro negou todas as acusações e disse nãosaber no momento que as pessoas que recebiam sua ajuda tinhamenvolvimento com a Máfia. Ele pretende entrar com recurso naJustiça. Após ser condenado por um tribunal italiano na últimasemana, Cuffaro havia dito que não deixaria o governosiciliano. Sua renúncia neste sábado seguiu reportagens de que ogoverno italiano estaria planejando uma forma de tirá-lo docargo. Em 18 de janeiro, a Justiça italiana condenou Cuffaro,membro da oposição de centro-direita, a cinco anos de prisãopor favorecer pessoas ligadas à Máfia e divulgar informaçõesconfidenciais sobre investigações. No entanto, a corte de Palermo, capital da Sicília, nãoacredita que Cuffaro seja culpado. Na Itália, as penas são cumpridas apenas quando o processode apelação termina. (Por Wladimir Pantaleone)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.