Governador de Cochabamba reassume e desafia Morales

O governador do departamento boliviano de Cochabamba, Manfred Reyes Vila, reassumiu na terça-feira o seuPosto. Reyes Vila desafiou o presidente Evo Morales a provar as acusações de que ele busca a divisão do país, segundo um boletim enviado à imprensa.Reyes Vila retomou o comando do departamento após quase um mês de ausência. Ele volta às suas funções após a onda de violência promovida por camponeses que pediam sua renúncia e após uma viagem pelos Estados Unidos e Europa para denunciar as ameaças à democracia na Bolívia.Milhares de produtores de coca e de agricultores protestaram em Cochabamba desde 2 de janeiro para exigir a renúncia do governador.As manifestações deixaram dois mortos e mais de 200 feridos, mas terminaram no dia 15 do mesmo mês, sem atingir o seu objetivo."Peço ao presidente Morales e a seus assessores estrangeiros que deixem de fazer da mentira e da calúnia uma política de governo", declarou o governador, após entrar na sede do governo, que foi incendiada parcialmente dia 10 de janeiro.Ele afirmou que na sua visita aos líderes da Organização dos Estados Americanos e da União Européia queixou-se de que o governo do Movimento Ao Socialismo "mente ao país e ao mundo".O governador de Cochabamba apóia seus colegas de Santa Cruz, Pando, Tarija e Beni, pedindo a aplicação de um modelo de autonomia de gestão em seus departamentos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.