Governador de Illinois volta ao trabalho após ser detido

O governador de Illinois, Rod Blagojevich, retornou ao trabalho hoje, um dia após ele e um alto membro de sua administração terem sido detidos sob acusação de crime de corrupção política, incluindo alegações de que eles tentaram vender a cadeira do Senado que o presidente eleito Barack Obama deixou vaga, informou o Wall Street Journal.A detenção dele e de seu chefe de equipe, John Harris, abriu um novo capítulo no Estado com uma longa história de problemas na eleição de autoridades. Blagojevich, que completou 52 anos hoje, e Harris, de 46, foram acusados de conspiração para cometer fraude e por pedirem suborno.O governador deixou sua casa na área norte de Chicago no começo do dia e acenou para a mídia, antes de entrar rapidamente no seu carro sem falar com os repórteres que estavam do lado de fora de sua casa. Pouco tempo depois, o carro chegou no gabinete do governador na sede do governo. O veículo entrou direto na garagem subterrânea, passando por uma série de fotógrafos, segundo informações do Journal.O líder da Câmara de Illinois, o democrata Michael Madigan, disse que está preparado para convocar uma sessão já na segunda-feira para definir uma eleição especial para preencher a cadeira, de acordo com o Journal. As informações são da Dow Jones.

AE, Agencia Estado

10 de dezembro de 2008 | 15h02

Tudo o que sabemos sobre:
EUAIllinoiscorrupção

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.