Isaac Brekken / AP
Isaac Brekken / AP

Governador de Michigan desiste da corrida à Casa Branca

Scott Walker recebeu apoio no começo da campanha para as primárias, mas esbarrou na falta de experiência em temas nacionais

O Estado de S. Paulo

21 Setembro 2015 | 18h59

(Atualizada às 19h32) WASHINGTON  - O governador do Wisconsin, Scott Walker, decidiu desistir das primárias republicanas. O anúncio oficial será feito em um discurso na noite desta segunda-feira, 21. Entre os 16 pré-candidatos à indicação republicana para disputar a Casa Branca em 2016, ele era um dos menos cotados, com cerca de 1% das intenções de voto. 

 O governador leu um comunicado no qual lamentou o aspecto negativo adotado na campanha e pediu que seus rivais também abandonem a disputa para favorecer pré-candidatos mais bem colocados nas pesquisas.

"Infelizmente, o debate hoje não está concentrado em um ponto de vista positivo do país, mas em ataques pessoais", disse. "Acredito que os eleitores querem acreditar em algo, não em alguém. Precisamos retornar aos princípios do nosso partido."

 O governador chamou alguma atenção do eleitorado republicano ao concentrar sua campanha em Iowa - o primeiro Estado a votar nas primárias desde janeiro - e chegou a liderar as pesquisas até julho, mas perdeu apoio rapidamente, principalmente depois da ascensão do empresário Donald Trump. 

A falta de experiência de Walker a nível nacional prejudicou sua candidatura. Nos debates dos últimos meses, deu respostas confusas sobre imigração ilegal e chegou a sugerir a construção de um muro entre os Estados Unidos e Canadá, em uma tentativa aparente de se mostrar mais duro no tema que seus rivais que defendem um muro contra imigrantes ilegais mexicanos. 

Na semana passada, o governador cancelou eventos de campanha na Califórnia e em Michigan para se concentrar em Iowa. Ele é o segundo republicano a desistir da disputa. O primeiro foi o ex-governador do Texas Rick Perry. / REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.