AP Photo/Julio Cortez
AP Photo/Julio Cortez

Governador de New Jersey entra na disputa republicana à Casa Branca

Com Christie, já são 14 os políticos americanos que buscam a candidatura à presidência pelo Partido Republicano. Por enquanto, são quatro os pré-candidatos do Partido Democrata, incluindo a favorita, a ex-secretária de Estado, Hillary Clinton

O Estado de S. Paulo

30 de junho de 2015 | 16h35

LIVINGSTON, EUA - O governador do Estado de New Jersey, Chris Christie, anunciou nesta terça-feira, 30, sua entrada na corrida pela vaga republicana na eleição para a presidência dos Estados Unidos.

"Estou pronto para lutar a favor do povo dos Estados Unidos", afirmou Christie, de 52 anos, em um evento que reuniu mil simpatizantes no ginásio de um instituto da cidade de Livingston, onde ele estudou.

"Hoje, anuncio com orgulho que concorrerei pela indicação presidencial do Partido Republicano", acrescentou o governador de Nova Jersey em discurso improvisado de cerca de meia hora, acompanhado por sua mulher e seus quatro filhos.

Com Christie, já são 14 os políticos americanos que buscam a candidatura à presidência pelo Partido Republicano. Por enquanto, são quatro os pré-candidatos do Partido Democrata, incluindo a favorita, a ex-secretária de Estado, Hillary Clinton.

Christie destacou a necessidade de conseguir um país "forte, que gere oportunidades melhores para o futuro". "Não tenho nem ideia de como terminará essa travessia, mas alguém como eu terá a oportunidade de buscar o posto mais alto no mundo", afirmou.

Ele disse não acreditar que os americanos estejam "zangados", mas "estão cheios de ansiedade", porque, entre outras coisas, veem que em Washington há "um governo que não trabalha mais, que não fala mais com o povo". "O Congresso ignora o presidente. Ambos os partidos falharam com o país", insistiu.

Christie é, há seis anos, governador de New Jersey, um Estado tradicionalmente democrata. As pesquisas o colocam muito abaixo das preferências dos eleitores republicanos, com cerca de 2% de apoio. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.