Ted S. Warren/Arquivo/AP
Ted S. Warren/Arquivo/AP

Governador de Washington suspende pena de morte

Jay Inslee afirmou, em documento, que o Estado não estava aplicando a pena capital de forma justa

O Estado de S. Paulo,

11 de fevereiro de 2014 | 17h17

OLYMPIA, WASHINGTON - O governador de Washington, Jay Inslee, decidiu suspender a pena de morte em seu Estado. Ele manifestou esperar que Washington possa entrar no que qualificou como "crescente debate nacional sobre a pena de morte".

Segundo uma cópia do anúncio obtida pela Associated Press, o governador democrata afirmou ter chegado à decisão depois de passar meses analisando o caso. Inslee concluiu que a pena de morte é aplicada de maneira inconsistente e desigual.

"Não estou convencido de que, nos casos de pena de morte, a justiça esteja sendo feita de maneira igualitária [pelo Estado]. A aplicação da pena capital neste Estado tem ocorrido de maneira desigual, dependendo muitas vezes do orçamento do condado onde ocorreu o crime", escreveu ele no documento.

Assessores de Inslee passaram a noite de segunda-feira e a manhã desta terça, 11, em contato com deputados estaduais de Washington para comunicar a eles a decisão do governador.

Com a moratória, sempre que uma condenação à morte chegar para ser autorizada pelo governador, ele emitirá uma suspensão, que não significa o perdão nem a comutação das sentenças.

Proibição. No ano passado, Maryland aboliu a pena de morte, tornando-se o 18º Estado americano a fazê-lo - o sexto em seis anos./ AP

Tudo o que sabemos sobre:
EUApena de morteWashington

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.