Governador diz que não tem como garantir segurança

O governador de Tamaulipas, Eugenio Hernández, reconheceu ontem não ter condições de garantir a ordem no Estado. A declaração foi feita depois que 11 pessoas foram assassinadas em diferentes pontos do Estado, na fronteira com os EUA, na tarde de ontem. Três dos corpos foram encontrados na cidade de Jiménez, a 97 quilômetros da capital, Ciudad Victoria. Os outros corpos foram achados em San Fernando, a mesma cidade na qual as autoridades encontraram em agosto 72 corpos de imigrantes, entre eles 4 brasileiros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.