Governador do EI em Mossul é morto em ataque, dizem fontes

Radwan Taleb al-Hamdouni estava com seu motorista quando o carro em que viajavam foi atingido na quarta-feira

O Estado de S. Paulo

20 Novembro 2014 | 17h21

 BAGDÁ - Um líder do Estado Islâmico (EI) foi morto nesta quinta-feira, 20, em um ataque aéreo na cidade de Mossul, norte do Iraque, segundo moradores e uma fonte médica.

Radwan Taleb al-Hamdouni, que as fontes descrevem como o líder do grupo radical em Mossul, foi morto com seu motorista quando o carro em que estavam foi atingido na quarta-feira em um bairro na parte ocidental da cidade.

O EI conquistou grandes áreas do norte do Iraque em junho quase sem resistência do Exército, consolidando ganhos feitos na região de Anbar, de maioria sunita.

Hamdouni foi enterrado no fim da quarta-feira. Vários partidários do líder, alguns carregando bandeiras do EI, compareceram ao funeral, segundo as fontes.

Dois funcionários americanos não conseguiram confirmar se Hamdouni foi morto ou não. Hamdouni era "governador" (wali, em árabe) do EI em Mossul, que foi tomada em junho pelo grupo e é a maior cidade no chamado califado, na fronteira entre o norte do Iraque e o leste da Síria. / REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.