Governador morre em atentado no Afeganistão

Veículo em que Abdullah Wardak viajava foi totalmente destruído; motoristas e seguranças também morreram

Efe,

13 de setembro de 2008 | 08h19

Um governador provincial afegão morreu neste sábado, 13, em um ataque contra seu veículo na província de Cabul, informou uma fonte policial. O chefe da Polícia de Cabul, Ali Shah Paktiawal, explicou que o governador da província de Logar (leste), Abdullah Wardak, foi morto esta manhã quando se dirigia ao seu escritório.   Segundo a fonte, que não pôde fornecer mais detalhes do atentado, a explosão ocorreu no distrito de Paghman. Em outro incidente, um soldado da Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf), sob comando da Otan, morreu na sexta, quando a patrulha na qual viajava foi atacada por um grupo de supostos insurgentes no sul do país, informou a organização militar em comunicado. Segundo a AFP, o motoristas e dois seguranças de Wardak também morreram.   Mais de três mil pessoas morreram por causa da violência este ano no Afeganistão, tanto em combates entre as forças estrangeiras e os insurgentes como em bombardeios e atentados.

Tudo o que sabemos sobre:
Afeganistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.