Governador opositor pode perder o cargo

A Assembleia de Santa Cruz, na Bolívia, deve receber hoje uma denúncia de corrupção contra o governador Rubén Costas, um dos principais opositores do presidente Evo Morales. A procuradoria do Departamento (Estado) o acusa de desviar 10 milhões de bolivianos na realização de um referendo em 2008. Costas diz ser inocente e acusou o governo de intimidação. Evo pediu ao governador que aceite o processo e prove sua inocência. Dois governadores críticos ao presidente já deixaram os cargos por denúncias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.