Governador teme que EUA acabem como Argentina

O governador democrata de Vermont, Howard Dean, lançou-se hoje na corrida pela sucessão da presidência dos Estados Unidos afirmando que a política fiscal de George W. Bush é tão ruim que o país "acabará como a Argentina". Apesar de ter poucas chances de sucesso na indicação de seu partido para a disputa da Casa Branca, Dean tentou hoje sacudir o cenário político norte-americano declarando-se "totalmente contrário a tudo" o que faz o presidente dos EUA.Ele concentrou-se nas críticas às medidas fiscais do atual presidente. "Acredito fundamentalmente que as políticas do presidente são muito ruins para o país e, no terreno fiscal, o verdadeiro destino de sua política é terminar como a Argentina", sugeriu Dean em referência à crise que assola o país sul-americano. Dean é um político pouco conhecido no cenário político nacional norte-americano. Sua corrida pela indicação democrata conta com pouco apoio e escasso financiamento em comparação com os políticos mais destacados de seu partido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.